Planejamento Financeiro para PMEs em 2021: 8 dicas essenciais para enfrentar o ano

Planejamento Financeiro para PMEs em 2021: 8 dicas essenciais para enfrentar o ano

planejamento financeiro

Estamos passando por desafios em que é preciso um olhar atento ao planejamento financeiro da sua empresa. Mas por mais desafiador que o atual cenário pareça, existem estratégias que podem ajudar o seu negócio a driblar a crise e voltar aos trilhos do crescimento.

Preparamos este post justamente para oferecer dicas para o planejamento e gestão financeira de PMEs (Pequenas e Médias Empresas). Isso porque entendemos que nem todas possuem um plano para superar períodos de turbulência.

De acordo com um estudo realizado pela Intuit Quickbooks, empresa de tecnologia que oferece soluções de gestão financeira para Pequenas e Médias Empresas e contadores, mais de 70% das PMEs não contam com planejamento financeiro em períodos de crise. A mesma pesquisa revela ainda que 60% dos entrevistados acreditam que a pandemia vai impactar em mais de 50% o faturamento do negócio.

Se você faz parte dessa porcentagem, esta pode ser a leitura ideal para o seu momento. Confira, ao longo deste post, algumas importantes dicas que vão ajudar sua empresa a alavancar seu financeiro 2021!

1. Reflita sobre a importância de ter um bom planejamento financeiro em meio à crises

Antes de buscar a melhor estratégia financeira para a sua empresa é fundamental ter em mente a importância do planejamento. Isso ganha um peso ainda maior se estiver em fase inicial ou com poucos recursos em caixa e sem capacidade de investimento.

Em períodos de tantas transformações e desafios decorrentes da pandemia, é preciso pensar rápido, tomar decisões assertivas e evitar desperdícios de recursos ao investir em algo sem retorno. 

Assim sendo, quanto antes puder fazer seu planejamento financeiro, considerando a sua situação atual, projeções e objetivos, mais fácil vai ser conquistar as suas metas.

2. Controle a sua movimentação financeira

Entender quanto de dinheiro entra e quanto sai do caixa da empresa é um dos principais pontos de partida para um planejamento financeiro bem-sucedido. Quanto mais conhecimento você conseguir sobre o ciclo financeiro da sua empresa, melhor poderá organizar e planejar suas ações com os recursos que tem em mãos.

Para facilitar esse controle e cuidar da saúde financeira da sua empresa é essencial acompanhar de perto o seu fluxo de caixa. Isto é, as receitas, custos e despesas envolvidos em seu dia a dia. 

Quando você controla seu fluxo de caixa, fica muito mais fácil se adaptar diante das adversidades e contratempos como, por exemplo, uma pandemia.

Entretanto, lembre-se que para criar riqueza e aumentar a segurança financeira a dica é gastar menos do que lucra. Afinal, de nada adianta querer investir na ampliação de um negócio se a empresa vai gastar mais do que receber, não é mesmo? Isso só construiria mais e mais dívidas.

Portanto, procure ter controle sobre o custo mínimo para manter sua operação em funcionamento e os cortes que podem ser feitos.

3. Identifique novas formas de receita

Outra forma de enfrentar o ano e melhorar o planejamento financeiro da sua empresa é pensar em novas estratégias para gerar receita. Você pode trazer mais clientes para o seu negócio ao, por exemplo, incorporar novos produtos ou serviços à rede atual de clientes ou ao diversificar as formas de pagamento. 

  • Dica: se estiver em busca de uma solução para oferecer novas formas de pagamento aos clientes como Crédito Direto ao Consumidor (CDC), vale a pena conhecer a SB Parcelado. Uma empresa do grupo SB Crédito, que é um dos maiores operadores de crédito do Brasil. Com o serviço, você pode oferecer vendas parceladas no boleto e receber à vista sem risco de inadimplência.

4. E para reduzir custos

Identificar todos os custos operacionais do negócio é um modo de entender melhor o funcionamento da empresa. O que seu planejamento financeiro ganha com isso é que fica mais fácil identificar o que pode ser reduzido ou eliminado.

5. Separe o orçamento empresarial do orçamento pessoal

Organizar as finanças de uma empresa também requer uma organização sobre as finanças pessoais do empresário. 

Por mais comum que seja misturar as coisas, é importante separar bem o que é orçamento empresarial de orçamento pessoal. Isso evita que a estrutura de custos seja prejudicada no futuro.

6. Respeite o orçamento projetado para a sua empresa

Analisar o passado e projetar o futuro é uma das práticas mais poderosas do planejamento financeiro para PMEs. Uma forma de determinar o quanto vai gastar e receber, além de possibilitar a criação de um fluxo de caixa.

Para melhorar ainda mais a gestão financeira, não deixe de pensar em metas e orçamentos específicos para cada setor da empresa. Fica mais fácil acompanhar se os objetivos serão atingidos e até mesmo rever o que precisa ser melhorado.

7. Busque oportunidades para renegociar possíveis dívidas

Acompanhar as mudanças de taxas de juro também serve como uma forma de otimizar o planejamento financeiro e reduzir os prejuízos da crise. Para isso, basta observar o momento de baixas taxas de juros para renegociar dívidas e evitar novos endividamentos. Procure sempre uma parcela que caiba no fluxo de caixa da empresa e ao mesmo tempo diminua o custo da atual dívida.

8. Use a tecnologia a seu favor

Por mais que a caneta, o papel, a calculadora e as planilhas manuais sejam ainda muito usadas, é possível otimizar tempo e dinheiro com o uso da tecnologia. Hoje, existem no mercado diversas opções de ferramentas de controle financeiro e fluxo de caixa. Softwares que facilitam muito a vida de pequenos e médios empresários, além de gerar relatórios diários completos sobre as finanças.

Planejamento financeiro é SEMPRE necessário!

O planejamento financeiro é crucial para toda empresa que quer crescer, aumentar o faturamento e trilhar novos caminhos rumo ao sucesso. Mas para chegar lá é preciso se organizar e seguir todas as dicas comentadas ao longo deste post.

Essas orientações se tornam ainda mais importantes diante de cenários desafiadores como a pandemia. 

Em resumo, o que você e sua empresa precisam ter em mente para fazer um planejamento financeiro de driblar a crise é:

  • fortalecer o caixa;
  • controlar o endividamento;
  • reduzir custos e despesas;
  • buscar novas formas de gerar receitas;
  • e se adaptar rapidamente a novos cenários.

Esses são alguns dos passos fundamentais para contornar a crise e dar a volta por cima mesmo em meio à pandemia.

Este post sobre planejamento financeiro para PMEs foi útil para você? Aproveite para conferir outras dicas para otimizar ainda mais as finanças da sua empresa no blog da SB Parcelado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© SB Parcelado

R. Marechal Deodoro, 630,
8° andar – Centro – Curitiba/PR – 80010-010